Tesla rules – parte 3

obs: A coisa mais chata de blogs é que quem entra lê as coisas de trás pra frente. As outras 2 partes da história que o Farad está contando sobre nosso já idolatrado Tesla tá lá atrás. Ponho aqui mais uma parte (faltam mais umas 3) com meus comentários numerados no fim. (devia ter feito isso desde o começo).

 

 

“Dizem que o encontro aconteceu assim. Provavelmente ansioso por mostrar seu valor, Tesla disse ser capaz de melhorar a eficiência dos dínamos de Edison em 25% em 60 dias, Edison teria rido e disse que se ele fizesse isso lhe pagaria 50mil dólares, o que em dólares de hoje seriam uma soma espetacular(1). Tesla trabalhou virtualmente sem paradas, cumprindo o prometido, mas Edison fazendo pouco caso disse que estava brincando, quando perguntado pelo dinheiro. Furioso Tesla demitiu-se na mesma hora.(2)

 Porém em seguida Tesla foi abordado por investidores querendo produzir um tipo de lâmpada que ele teria, nasce a companhia Eletrica Tesla (3), a primeira de muitas que teriam seu nome, porém essa empresa não gerou retorno, pelo contrário, ele perdeu a patente da Lâmpada de arco e não teve apoio para o seu projeto de corrente alternada.

 Depois disso Tesla se viu obrigado a fazer trabalhos que pagavam um dólar por dia para sobreviver. Ele planejou se matar a meia noite tal como ele havia nascido, no seu trigésimo aniversário (olha o número 3, ele queria um número redondo) e antes que isso acontecesse o Dono da Western Onion, não se sabe por que (4), resolveu dar uma nova chance ao gênio, deu lhe um laboratório e a chance de pesquisar o que quisesse. Tesla pode finalmente montar seu alternador depois de tantos anos engavetado na sua mente, e este funcionava exatamente como devia. Em pouco tempo Tesla se tornou a sensação mundial.

 O próximo passo foi derrotar o rival Thomas Edison e George Westinghouse (5) foi quem fez isso possível. O trio então formado ganhou a concorrência para a hidrelétrica de Niágara Falls(6), a primeira no mundo. Edison estava concorrendo, mas sua proposta com corrente contínua custava o dobro. A eletricidade produzida em Niagara chegava até 3km de distância da origem, algo inimaginável  como corrente contínua. Logo o mundo inteiro teria acesso a eletricidade, e não só os muito ricos, era uma revolução. Mas para Tesla , não estava nem perto. Ele sabia que mesmo com a corrente alternada a eletricidade seria restrita as linhas de transmissão e essas possuíam e possuem limitações técnicas muito grandes. Ele queria mais, ele queria eletricidade para todos, de graça e sem fios (7).”

Meus comentários:

(1)adorei o “soma espetacular”. por mim podia ser até
os 2 reais do post anterior, era só chegar na hora certa.
(2)devia ter soltado uns raios no bigode desse Thomas ae.
(3)tenha medo.
(4) medo de levar uns raios.
(5) marca da geladeira do meu avô, que é de 1940 e funciona
até hoje lá no Icaraí. mérito do meu avô, claro.
(6) já estive em Niagara Falls num passeio de barco até perto
de onde as águas caem. parecia um grande toró como os que temos
tido aqui, com o agravante de a água vir de todos os lados e a
gente ter que gritar pra ser ouvido por alguém a centímetros de você.
não, não foi uma experiência legal. morri de medo.

tá vendo aquele barquinho ali? vou de novo nem a pau.

tá vendo aquele barquinho ali? vou de novo nem a pau.

(7) era um Cid Gomes!

Anúncios

3 Respostas to “Tesla rules – parte 3”

  1. marques Says:

    fernanda, meu amor grande,
    juro que nao tive medo de me aproximar de niagara a bordo do maid of the mist como tu. fiquei foi, a 5 graus centigrados, repousando na borda do barco e sentindo as pedrinhas de gelo no meu rosto.
    experiencia bonita, isso sim.

    queria te dizer que queria discutir sobre o tesla uma hora seguida pra ver se eu capto essa vibe, porque eu acho que tou ficando retardada.

  2. Anna K Says:

    eu também.

  3. Farad Says:

    Eu escrevi mesmo isso? ahuahuahuaa
    ô saudade!
    Sugestão, coloca as cenas do capitulo anterior antes de cada parte 😛

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: