interlúdio – plenilúnio

Passei pelo lugar que você achava ficar em outro lugar, mas não, era ali. Parei, olhei, voltei. Procurei o lugar exato onde estivemos. Meus pés de frente pros seus, você de frente pra mim. Encontrei. Dessa vez o sol batia em cheio em mim, dessa vez não tinha chuva. Dessa vez, ao invés da sua risada e das frases ditas muito baixo, era só o meu silêncio doce. Depois que a mágica acontece, toco os objetos com muito cuidado, é assim que acontece. E foi bem então que lembrei do gesto muito presto em que você colocou minha bolsa – que eu tinha posto de lado, nem aí – no seu ombro. Entrebeijos.

 
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: