comece rezando, fernanda.

         Manhã seguinte do segundo dia, sexta. Vesti a mesma roupa e desci pro café da manhã cheia de esperança.

        – Bom dia. A bolsa chegou?

        – Não senhora.

        Suspirei bem fundo. Ok, temos café. E uma hora e meia antes da parte 2 da oficina. Tomei café sozinha, havia uma mesa de outros convidados para o encontro acolá, mas eu tava muito lixo. Os meninos desceram quando eu tava no fim. A hora da oficina chegando e eu entre ficar preocupada, considerando a hipótese de ter minha bagagem de roupas engolida pela serpente que dorme embaixo da Ilha de São Luís do Maranhão ou arrumar os papéis + planos da oficina que já ia começar, tomar banho e esperar. Pego o elevador de volta pro quarto me olhando no espelho, muito amassada.

       – Oi, Fernandinha! – me diz uma senhora simpática e com rosto familiar e nada amassada.

       – Oi! – quem é ela, meu Deus? O busca nos arquivos da minha cabeça ia começar a fazer barulho quando ela percebeu.

       – Ísis, lá de Brasília. – ah, meu Deus, como eu queria estar melhor. – Vi seu nome na programação, achei ótimo!

       Ísis faz parte da equipe do MEC que criou a Conferência Nacional Infanto-Juvenil pelo Meio-Ambiente, e na qual vou trabalhar em março. Nos conhecemos numa reunião preparatória da equipe em Brasília, há uns 2 meses.

 

       Volto pro quarto e espero. Rezo. Na hora que devíamos estar lá, Celso bate na porta e me estende a mochila. Me pedia desculpas quando bati a porta pra trocar de roupa bem ligeiro e sairmos correndo. Conversamos no caminho. Segundo ele, Bruno havia dado as coordenadas de onde estava a mochila e lá estava também a bagagem misteriosa que veio parar no hotel de madrugada. Ninguém sabia de quem era, ainda. Dentro do carro, atravessando a ponte que liga o lado novo ao centro histórico da cidade, passando por sobre o Rio Anil, conversamos sobre o Sarney, o Tasso Jereissati de lá – o cara só se mantém ganhando no interior, nunca na capital. E o mais TRONCHO: Sarney pegou um prédio público pra fazer seu próprio mausoléu. ?!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: