Primeira Noite na Praia Grande

Então eles se foram e lá estava eu com as bagagens e a terceira Bohemia. Aí apareceu o Rafael, o carioca que ia dar a oficina de intervenção urbana. E logo me deu dois zines de quadrinhos de alguém lá do Rio. E logo o Celso finalmente apareceu, com cara de cansado e muito sério. Falamos pouco, mais de como tinha sido, o que tinha faltado e que tinha esperanças no amanhã. O Bruno, que me recebeu no aeroporto, apareceu perguntando se eu queria ir pro hotel naquela hora – comecinho de noite – e eu fiquei na dúvida. Muito solícito ele disse:

– Se você quiser ficar aqui direto pro show, não tem problema. Posso levar sua bagagem pro hotel.

Uau! Pensei, quero sim. Entreguei minha mochila maior com as roupas e mais coisa dentro pra ele e fiquei só com a mochila menor, com papéis, câmera, documentos. E agradeci a Deus e minha mãe por ter me deixado estudar bem muito e ter um trabalho em que alguém em outra cidade me perguntasse uma delicadeza daquelas. Algumas pessoas passavam e nos cumprimentavam e eu tentava guardar o nome de todo mundo e o que cada uma fazia, depois desisti e Celso se foi. Logo chegou o Marcelo, da oficina de stêncil. Depois a Sofie, que tinha participado um pouquinho das duas oficinas. 

Logo éramos quatro para a primeira noite em São Luís: eu de Fortaleza, Rafa do Rio, Marcelo de Minas e Sofie da Dinamarca. Não fomos muito longe em espaço, só em tempo. O papo tava bom, entre planos B pras oficinas, impressões de São Luís e nossas cidades e o garçom trouxe um balde obsceno de Bohemias mergulhadas no gelo quando o Marcelo pediu só-mais-uma. Rafael ainda pediu uma Tiquira, a bebida doida e roxa de São Luís, mas não tive coragem de experimentar – eu sou prudente. Depois de mil anos vimos o show do Wado e depois de mais mil anos acabou a pilha e fomos embora.

em um breve passeio, achei - lá atrás, subindo as escadarias - o beco da catarina mina!

em um breve passeio, achei - lá atrás, subindo as escadarias - o beco da catarina mina!

mas a noite não tinha acabado.

Cheguei no hotel meio molhada de chuva e feliz, pensando no Wado e na raiz que ele diz ser uma flor que renega a fama.

– Boa noite. – recebi as chaves do quarto e tals.

– Boa noite. A minha mochila.

– Que mochila?

– A minha, uma preta, que o pessoal da organiação do encontro trouxe antes de eu chegar.

– Um momento. – não-não-não-não-não. Ele voltou e disse:

– Não recebemos nenhuma mochila D. Fernanda.

Tava bom demais. Ai ai. Respire. Respirei. Subi pro quarto e liguei pro Celso. Ele ia atrás do Bruno e da minha mochila e me ligava. Mandaria a mochila pro hotel ainda naquela noite. Ok, tomei um banho e apaguei. Depois, 1 da manhã, alguém bate na minha porta. Me enrolo no lençol e abro. Um senhor de olhos puxados me estende uma maleta.

– Fernanda? O Celso pediu que eu lhe entregasse sua bagagem.

– ?! Não é a minha.

– Não?

– Não. – ai meu deus, encostei a cabeça na porta. – Você é o…?

E ele me diz um nome com sobrenome em japonês.

– AAhhh! Você veio com a gente no vôo?

– Sim.

– E onde você estava?

– No hotel. Desci do avião, não vi ninguém, peguei um táxi e vim pra cá, ué.

Prático e sábio. Como eu devia ter sido.

– Olhe, pois foi um prazer, vamos conversar mais de manhã, vou ligar pro Celso de novo…

E olhamos pra bolsa.

– E de quem é essa mala, então?

– Sei lá!

E rimos e nos demos boa-noite. O dia seguinte ia ser longo.

 

 

 

sofie e rafo castro

sofie e rafo castro

Anúncios

Uma resposta to “Primeira Noite na Praia Grande”

  1. Melissa Eloá Says:

    O ângulo desta foto ficou lindo!!! Espero que tenhas tido as melhores impressões da cidade e volte para uma boa conversa. Quanto a tiquira, eita cachaça perigosa,rsrsrs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: